quarta-feira, 11 de abril de 2012

Agora


Deve-se falar o que de quem vive a vida pela metade? Eu não sei se estou fazendo o que é certo; minha inspiração foi embora como uma vadia depois do pagamento. Tomei uma dose tão forte que a gora vivo como numa overdose, mas de que? Não sei do que é essa ressaca, perdi tudo ontem à noite, não vi e ninguém viu. De onde veio toda essa amolação?
Cadê os assuntos que antes se multiplicavam em minha cabeça e hoje sumiram, agora, o que eu vou fazer, para que eu sirvo, além disto, tentar escrever. Estou fraco e seco, qualquer ser é morto sem ideias.
E que vida é essa que se vive pela metade, onde de manha se tem sanha e à tarde prazer, a noite começa e eu nem lembro mais o que fiz. Mas então eu sou um ser de mentira, já que dizem que não existe meia verdade, vivo tudo pelo meio, não amo ninguém completamente, nem me doou, nem faço o que quero sempre, porém, quem faz?
 Eles não entendem, eu preciso viver o hoje, o agora, o amanhã só vai me importar mais tarde. Eu já gritei. Eles não ouvem.


Um comentário:

  1. Olá Dennison,

    Contate-nos por playnetblogs@gmail.com .

    ATT,
    Playnet Blogs

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...