sábado, 30 de abril de 2011

Um solitário observador


Preferir a solidão num dia de chuva não é tão agradável, às vezes ficar sozinho é bom, se conhecer melhor pode ser ideal para saber mais sobre si.
Mas escolher a solidão sempre é triste.
Estar sozinho e ficar sozinho são diferentes modos de pensar,
Sair e beber e ficar com quantas pessoas puder não é de tão ruim, mas o que mais mastiga é num dia de domingo, dia em que namorados se encontram numa sorveteria, e ficam um na casa do outro até as 10 da noite, a solidão bate quando você sabe que não pode receber mensagem de ninguém quando acorda, nem se dar ao luxo de sentir saudades.
E pra você que está aí sentado, sozinho, pensando em alguém ou pensando em você, é pra você que tem medo de amar, ou dizer que ama. medo por acaso do outro fazer você de brinquedo, não esqueça, que medo faz parte do amor, medo é só mais um dos sentimentos ofuscados por ele, pra você que tem medo de sentir medo. Não tenha medo de amar, de jogar todas as fichas no jogo do amor, não se prive de dar-se de corpo inteiro.
 Não queria ser só mais uma transa casual na vida de alguém. E se tudo der errado, baby, não se feche, apenas chore,chore o quanto quiser, depois olhe para você e veja que não está acabado, procure em alguma esquina, numa delas pode estar o seu amor para vida toda.
Eu não tenho nenhuma experiência de nada que contei aqui, posso ser um observador, um solitário observador, mas sei que todo domingo é dia dos namorados.
Sentir medo é tão prazeroso quando se descobre o amor.

Um comentário:

  1. observador solitario.
    tem tantos pensamentos em relação á ele

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...